Entenda os perigos de espremer espinhas

Todos já devem ter ouvido a velha frase: “Não esprema sua espinha”. O gesto inocente de cutucar o local afetado  é arriscado e pode piorar em vez de ajudar a se livrar do problema. Conheça os motivos disto:

1- Existem bactérias vivendo na nossa pele. Elas ficam em várias partes do corpo, incluindo mãos e unhas. Na maioria das vezes elas não incomodam. Mas, ao mexer em um cravo ou uma espinha com sua mão contaminada por bactérias, a lesão inicial pode infeccionar e aumentar.

2- Uma espremida mal feita pode arrebentar a espinha, não para fora, mas na sua parte profunda na pele. Se isso acontecer, a inflamação aumentará.

3- Existe o risco de uma espinha mal-espremida virar cisto.

4- Arranhar e cutucar a pele com o objetivo de eliminar imperfeições pode deixar manchas e cicatrizes.

Por isso, se você tem cravos e espinhas, além do tratamento indicado pelo dermatologista, faça periodicamente limpeza de pele com profissional capacitado. Na limpeza profissional, cravos e espinhas são removidos de maneira correta.

 

Fonte: veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *